Apple torna-se a empresa mais valiosa de todos os tempos

O papel da Apple foi negociado a US$ 664,74, o que lhe deu um valor de mercado de US$ 623,14 bilhões

Reuters,

20 de agosto de 2012 | 16h01

 

A Apple tornou-se a companhia mais valiosa de todos os tempos nesta segunda-feira, quando o valor combinado de suas ações superou o recorde anterior estabelecido pela Microsoft.

O papel da Apple foi negociado a US$ 664,74, o que lhe deu um valor de mercado de US$ 623,14 bilhões , acima do máximo anterior estabelecido pela Microsoft de US$ 620,58 bilhões em 1999, no auge da bolha do setor de tecnologia, segundo dados fornecidos pela S&P Dow Jones Indices.

A Apple tem sido a maior companhia do mundo negociada em bolsa desde que superou a Exxon Mobil na primeira posição no ano passado, mas o movimento desta segunda-feira significa que a empresa agora entrou no livro como a companhia mais valiosa.

Ao fechamento das negociações, as ações da Apple precisam encerrar o pregão a US$ 657,50 para manter o recorde também no fechamento, segundo a S&P Dow Jones Indices. Às 15h01 (horário de Brasília), as ações eram negociadas a US$ 662,42, alta de mais de 2%.

As ações da empresa têm subido à medida que investidores se antecipam para o lançamento da quinta geração do smartphone iPhone, e possivelmente de uma versão menor de seu tablet iPad em setembro, assim como mais detalhes sobre os planos da companhia para uma Apple TV, segundo analistas da Bernstein Research.

Tudo o que sabemos sobre:
Apple

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.