Appy antecipa nova agenda microecônomica do governo

Bernard Appy revela em entrevista ao Estado alguns pontos, como regulamentação das tarifas bancárias

Adriana Fernandes e Fabio Graner, do Estadão,

26 de setembro de 2007 | 19h40

O secretário de Política Econômica, do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, adiantou ao Estado pontos da nova agenda microeconômica do governo. São as medidas nas quais a área econômica vai se concentrar, nos próximos meses, depois que for encaminhada a reforma tributária, com o objetivo de superar gargalos e aumentar a eficiência da economia.  LEIA MAIS NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA DO ESTADÃO Entre as medidas estão a regulamentação das tarifas bancárias, a regulamentação da lei de resseguros, o aperfeiçoamento do seguro habitacional, a criação de um fundo de catástrofe rural, e novas desonerações tributárias, que Appy não quis especificar.

Tudo o que sabemos sobre:
Bernard Appy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.