Appy: conjuntura internacional é favorável ao Brasil

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, voltou a dizer hoje que a conjuntura internacional é mais favorável ao Brasil. De acordo com ele, o peso dos países desenvolvidos na economia mundial atualmente é menor e o dos países em desenvolvimento está crescendo. O secretário não chegou a descartar que o País venha a ser afetado pela crise financeira externa, iniciada nos Estados Unidos, mas, ressaltou que o Brasil está bem posicionado para o atual cenário internacional com boa diversificação de produtos e de mercados para suas exportações. "A expansão do mercado de capitais é sólida", acrescentou.Appy salientou, porém, que há uma alteração no padrão de consumo e na elevação de preços de energia e de matérias primas (commodities), "que é, em geral, é favorável ao Brasil". Por isso, considera que a recente redução nos preços das commodities não é uma tendência de longo prazo.Ele também afirmou que "o sistema financeiro do Brasil é sólido" e ressaltou que a inadimplência é baixa, apesar do crédito estar em rápido crescimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.