Apreensão de CDs piratas cresce 130%

As autoridades brasileiras apreenderam de janeiro a abril deste ano mais de 10,6 milhões de CDs piratas, entre gravados e virgens. Em 2004, as apreensões superaram os 17,5 milhões. O número representa um aumento de 130% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram apreendidas 4,6 milhões. Cento e treze pessoas foram presas e, mais de 400 operações tanto nas ruas como em empresas. Segundo nota divulgada pela Associação Protetora dos Direitos Intelectuais Fonográficos, o aumento poder ser atribuído à criação do Conselho Nacional de Combate à Pirataria pelo Ministério da Justiça, além das ações da Polícia Rodoviária Federal na fronteira do Brasil com Paraguai. Segundo a associação, o Estado de São Paulo lidera as apreensões, com 4,7 milhões de unidades. O Paraná vem em segundo no ranking, com 3,5 milhões de CDs falsificados apreendidos.

Agencia Estado,

23 Maio 2005 | 16h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.