Apreensão de mercadorias em Foz caiu 4% em janeiro

A Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu (PR), na divisa do Brasil com o Paraguai, informou que a apreensão de mercadorias irregulares importadas do país vizinho alcançou mais de US$ 6,4 milhões em janeiro. Comparado com o mesmo mês de 2007, houve uma redução de 4%. Segundo a Receita, os veículos representam o maior valor. Os 292 carros apreendidos somam mais de US$ 2,6 milhões, um acréscimo de 23% em relação a janeiro do ano passado.Nos números divulgados, chama a atenção a redução expressiva no volume de cigarros que entravam irregularmente no Brasil. De acordo com a Receita, o valor apreendido alcançou pouco mais de US$ 665,2 mil, uma queda de 50% em comparação com janeiro de 2007. De outro lado, o comércio de mídia ótica virgem (CDs e DVDs) foi o que mais cresceu. No comparativo entre o primeiro mês do ano passado com o de 2008, o aumento foi de 77%, com a apreensão de US$ 452,1 mil.A apreensão de brinquedos cresceu 42% no comparativo entre os meses de janeiro, somando US$ 199 mil este ano. O mercado de eletrônicos teve um pequeno acréscimo, de 1%, e chegou a US$ 1 milhão. Os produtos de informática tiveram uma redução de 24% no comparativo. No mês passado foram apreendidos US$ 402 mil. O de bebidas alcançou US$ 8,3 mil (redução de 20%), enquanto a mídia ótica gravada foi reduzida em 3%, com apreensão de US$ 50,1 mil. As outras mercadorias apreendidas somaram US$ 968,1 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.