Aprovada na Câmara, MP do Refis vai à sanção

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 28, a Medida Provisória 638, que trata entre outros pontos da reabertura do parcelamento de débitos fiscais com a Receita de 2008 até dezembro do ano passado, o chamado Refis.

RICARDO DELLA COLETTA, Agencia Estado

28 de maio de 2014 | 20h48

Como já passou pelo Senado, onde foram incluídas duas emendas que não abordam o Refis, a Medida Provisória vai agora à sanção. Os porcentuais para o acesso ao Refis não foram alterados: a regra prevê o pagamento antecipado de 10% do total das dívidas de até R$ 1 milhão. Já empresas com débitos superiores terão de pagar uma entrada de 20% para poder refinanciar seus débitos pelo programa do governo.

Nos últimos dias, o governo havia acenado com a disposição de reduzir pela metade esses porcentuais, mas isso não foi incorporado no texto.

A Medida Provisória foi editada inicialmente para tratar do Programa de Inventivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto).

Tudo o que sabemos sobre:
RefisMP 638

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.