Árabes e sul-americanos discutirão investimento petrolífero

O investimento petrolífero será um dos temas a serem discutidos pelos ministros da Fazenda da Liga Árabe e da América do Sul, que se reunirão em Quito, no Equador, entre 23 e 26 de abril, informou, nesta segunda-feira, o ministro da Economia equatoriano, Diego Borja. O encontro tem como objetivo fortalecer as relações entre as duas regiões, e no qual "o tema petroleiro estará presente", afirmou Borja em declarações publicadas pelo jornal Hoy, de Quito. O ministro insistiu em que a reunião com a Liga Árabe permitirá aos países sul-americanos buscar novos mercados, e disse que, para seu país, representa a possibilidade de abrir novos investimentos na área. No Equador, operam quinze empresas petrolíferas internacionais. As mais importantes são a hispano-argentina Repsol-YPF, a italiana Agip, o consórcio Andes, liderado pela chinesa CNPC, a americana Ocidental (Oxy) e a francesa Perenco.

Agencia Estado,

03 Abril 2006 | 15h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.