Arábia Saudita propõe debate sobre alta do petróleo

O gabinete da Arábia Saudita propôs hoje um encontro entre produtores de petróleo e Estados consumidores para discutir a alta de preços e explorar maneiras substantivas de lidar com a questão, afirmou a Agência Saudita de Imprensa hoje. O possível encontro, contudo, não causou reação no mercado. O petróleo recua hoje - no início da tarde caía 1,20%, para US$ 136,88 por barril, no sistema eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York - em reação técnica depois do recorde de US$ 139,12 por barril atingido na sexta-feira.Espera-se que o encontro proposto também envolva companhias engajadas com a produção, exportação e venda de petróleo, segundo a agência. O gabinete disse que os atuais preços do petróleo não encontram justificativa nem nos dados nem nos fundamentos do mercado.A Arábia Saudita está ciente das condições do mercado, tem estoques suficientes de petróleo e vai trabalhar com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e com outras nações produtoras para garantir a disponibilidade de fornecimento. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.