Edgar Su/Reuters
Edgar Su/Reuters

Apple perde posição de empresa mais valiosa do mundo para Saudi Aramco

Produtora de petróleo e gás da Arábia Saudita foi avaliada em US$ 2,43 trilhões na quarta-feira, 11

AFP

12 de maio de 2022 | 12h42

A Saudi Aramco, grupo petrolífero saudita, destronou a Apple do topo do ranking de empresas mais valiosas do mundo na quarta-feira, 11, devido à disparada dos preços do petróleo e à queda das ações de tecnologia. 

A fabricante do iPhone caiu para US$ 2,371 trilhões no valor de mercado, enquanto a Saudi Aramco foi avaliada em US$ 2,43 trilhões na quarta-feira, 11, segundo dados da Bloomberg. As ações da empresa saudita, que está listada na bolsa de Riad desde o final de 2019, fecharam com queda de 0,98% no dia, mas alta de 27% desde o início do ano, graças à alta dos preços do petróleo.

As empresas de tecnologia vêm sofrendo no mercado de ações devido à alta dos juros nos Estados Unidos. Em janeiro, no auge do ciclo de alta em Wall Street, a Apple foi a primeira empresa a ultrapassar 3 trilhões de dólares em capitalização de mercado. Desde então, o índice de tecnologia da Nasdaq caiu mais de 25%.

Tudo o que sabemos sobre:
AppleSaudi Aramco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.