Arcelor recomenda acionistas a aceitarem oferta da Mittal

A Arcelor decidiu recomendar a seus acionistas que aceitem a oferta de compra da Mittal Steel, ao considerar que ela assegura a continuidade do modelo de negócio do grupo siderúrgico europeu e é "conveniente" para os interesses deles e da sociedade.O relatório do Conselho da Arcelor, enviado nesta sexta-feira à comissão de valores mobiliários da Espanha (CNMV), constata que foram acordadas com a Mittal "melhoras significativas" a respeito dos principais aspectos que levaram a empresa a rejeitar as ofertas feitas anteriormente, principalmente no que se refere ao preço, ao projeto industrial e ao modelo de governança.Além disso, o documento destaca que o acordo com a Mittal assegura a continuidade do modelo da Arcelor.A "Mittal Steel está convencida da importância de se preservar e promover o modelo Arcelor", acrescenta o principal órgão da companhia, surgida em 2002 após a fusão da luxemburguesa Arbed, da francesa Usinor e da espanhola Aceralia.No dia 25 de junho, as duas siderúrgicas chegaram a um acordo para sua integração após a apresentação de uma nova oferta da companhia anglo-indiana, que avalia a Arcelor em US$ 36,140 bilhões (US$ 51,6 por ação).A última oferta melhora em 49% a oferta de compra apresentada pela Mittal em janeiro e em 7% a oferta melhorada comunicada em 19 de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.