ArcelorMittal faz baixa contábil de US$4,3 bi em divisão europeia

A ArcelorMittal, maior grupo siderúrgico do mundo, vai fazer uma baixa contábil no valor de seus negócios europeus de cerca de 4,3 bilhões de dólares, diante da queda na demanda por causa dos problemas econômicos da região.

Reuters

21 de dezembro de 2012 | 08h12

A indústria produtora de aço da Europa está enfrentando dificuldades geradas por excesso de capacidade e demanda em queda. A situação obrigou a ArcelorMittal a fechar alto-fornos na França e na Bélgica.

A ArcelorMittal informou nesta sexta-feira que a demanda aparente caiu cerca de 8 por cento na Europa este ano, elevando a queda acumulada na demanda para cerca de 29 por cento desde 2007.

A companhia informou que a baixa contábil não tem impacto sobre o caixa e será incorporada aos resultados do quarto trimestre deste ano.

Segundo a StarMine, analistas esperam em média que a ArcelorMittal terá lucro líquido de 529,5 milhões de dólares neste ano.

(Por Ben Deighton)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAARCELORMITTALBAIXAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.