ArcelorMittal investirá US$ 1 bi em usina de Monlevade

A ArcelorMittal informou hoje ao governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), que irá investir US$ 1 bilhão na expansão da unidade ArcelorMittal Monlevade (antiga Belgo-Mineira), produtora de aços longos localizada a 110 quilômetros de Belo Horizonte. Com o aporte, a unidade, única usina integrada da Arcelor Mittal Aços Longos, terá sua capacidade de produção ampliada para 2,4 milhões de toneladas anuais, o dobro da atual.O presidente da ArcelorMittal Aços Longos para América do Sul e Central, Paulo Geraldo de Sousa, revelou que o projeto de expansão inclui a instalação de uma nova sinterização (com um volume adicional de 4 milhões de toneladas/ano de sínter); um novo alto-forno para a produção de gusa (com mais 1,5 milhão de toneladas); a duplicação da capacidade instalada da aciaria (para 2,4 milhões de toneladas) e laminação em mais 500 mil toneladas anuais. O objetivo da empresa é iniciar as obras ainda este mês para que o projeto esteja concluído em 27 meses.O foco da produção adicional em Monlevade, segundo Sousa, será o mercado interno. "Estamos muito otimistas com o aumento do consumo aparente de aço no Brasil, que cresceu 16% no ano passado e deve aumentar mais 10% este ano, conforme projeções do IBS (Instituto Brasileiro de Siderurgia)", afirmou. A unidade atua na produção de aços para a fabricação de fio-máquina de aplicações especiais, como o "steel cord", utilizados no reforço de pneus, entre outros produtos destinados à indústria automotiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.