Arco Educação fecha acordo de R$ 1,65 bi para comprar sistema Positivo

Se a aquisição foi aprovada por órgãos reguladores, startup passará a atender 1,2 milhão de alunos em todo o Brasil

Flavia Alemi, O Estado de S. Paulo

07 de maio de 2019 | 19h26

A Arco Educação assinou acordo vinculante para aquisição de 100% do capital social do Sistema Positivo de Ensino, companhia paranaense com 40 anos de mercado. Se o negócio se concretizar, startup pagará R$ 1,65 bilhão pela aquisição e passará a atender aproximadamente 1,2 milhão de alunos em cerca de 4.800 escolas brasileiras.

A transação ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Hoje, o Sistema Positivo de Ensino atende mais de 695 mil alunos em cerca de 3.400 escolas particulares em todos os estados do Brasil.

Na negociação, estão contempladas apenas as marcas e soluções educacionais destinadas a escolas privadas do Sistema Positivo de Ensino. estão excluídos da transação, por exemplo, os colégios, o curso pré-vestibular e universidades do Grupo Positivo, assim como o Sistema Aprende Brasil, que atende escolas públicas, e a gráfica Posigraf.

"O Sistema Positivo é uma das mais tradicionais marcas da educação brasileira, com 40 anos de atuação pautada na qualidade e seriedade. Para nós, é uma honra ter a possibilidade dar continuidade este trabalho", disse Ari de Sá Neto, presidente da Arco Educação, em comunicado.

Mais conteúdo sobre:
Arco Educaçãoensino privado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.