Argélia suspende embargo à carne congelada da América do Sul

Autoridades da Argélia suspenderam o embargo sobre carnes congeladas procedentes de países da América do Sul, informou um porta-voz do Ministério da Agricultura.O embargo havia sido anunciado há cerca de seis meses devido à epidemia de febre aftosa registrada em nações da América do Sul.Por causa da medida, autoridades alfandegárias argelinas acusaram uma queda sensível nos índices de importação de carne congelada.A queda foi "muito grande", segundo o Ministério da Agricultura, que declarou ainda que no primeiro trimestre do ano foram importadas apenas 6.900 toneladas de carne congelada, frente às 25 mil toneladas registradas no mesmo período do ano anterior.O Ministério da Agricultura acrescentou que também foi suspenso o embargo sobre a importação de ovos e de frangos recém-nascidos procedentes da França e da Itália. Neste caso, a proibição foi anunciada pela ameaça de gripe aviária existente em alguns países europeus.

Agencia Estado,

07 de maio de 2006 | 06h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.