Argentina adia prazo para troca de dívida

A Argentina vai adiar o prazo para concluir a troca de seus títulos em default (calote). Inicialmente o prazo venceria amanhã. O adiamento foi determinado em virtude dos obstáculos jurídicos nos EUA, segundo declarações do chefe de gabinete, Alberto Fernandez. O chefe de gabinete não divulgou o novo prazo para conclusão da troca.O juiz federal dos EUA Thomas Griesa, do Tribunal Distrital de Manhattan, decidiu, ontem, manter o congelamento sobre US$ 7 bilhões em bônus em default da dívida argentina. Os advogados da Argentina solicitaram ao juiz a remoção do congelamento para que o governo pudesse dar continuidade à planejada emissão de US$ 35,21 bilhões em novos bônus.Inicialmente, Griesa tinha determinado o cancelamento do congelamento. Contudo, em resposta a um requerimento apresentado pelos advogados dos credores, o juiz concordou em manter a ordem de congelamento até que o Tribunal Federal de Apelações dos EUA também possa deliberar sobre o caso. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.