coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Argentina aumenta energia e perde arrecadação

O Ministério da Economia da Argentina autorizou as distribuidoras de energia elétrica do país a aumentarem suas tarifas em 15%, em média, durante o período de 1º de maio a 31 de julho. Para os consumidores residenciais, a elevação será de 11%. É o primeiro aumento de tarifas autorizado desde o fim da conversibilidade peso/dólar. Já a arrecadação de impostos no país caiu 18,5% em abril, para 2,884 bilhões de pesos (US$ 930,3 milhões, considerando-se um câmbio de US$ 1 para 3,10 pesos), contra 3,538 bilhões de pesos arrecadados em abril de 2001, informou o governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.