Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Argentina bate o próprio recorde de produção automotiva

A indústria automotiva argentina deu novos sinais em outubro de que está em plena expansão, a ponto de bater todos os recordes históricos do país. Segundo a Associação de Fabricantes de Automóveis da Argentina (Adefa), a produção em outubro foi de 55.280 veículos, 10,8% a mais do que em setembro e 30,5% a mais do que no mesmo mês do ano passado. Esta foi a maior produção mensal da história argentina. A Adefa anunciou que a produção acumulada desde o início do ano é de 434.535 unidades, superando em 10 meses o total produzido em todo o ano 2006, de 432.101 unidades.A perspectiva das montadoras instaladas na Argentina é que neste ano a produção ultrapassará a faixa de 500 mil unidades, marca que bateria o recorde anterior, de 1998, em plena Conversibilidade Econômica (sistema que durante uma década estabeleceu a paridade um a um entre o dólar e o peso), quando a indústria automotiva produziu 457.956 unidades. O setor calcula que poderia chegar a 520 mil unidades neste ano.O setor automotivo conseguiu driblar a crise energética que em meados do ano provocou quedas na maioria dos setores industriais e prepara-se para realizar substanciais investimentos nos próximos anos. Otimistas com as perspectivas econômicas para o mercado interno argentino e a expansão de suas exportações para a região, as montadoras prometeram investimentos de US$ 3,5 bilhões entre 2007 e 2010.

ARIEL PALACIOS, Agencia Estado

06 de novembro de 2007 | 16h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.