finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Argentina comanda oscilações no mercado

Ontem a Argentina voltou a motivar altas e baixas nos mercados, conforme variavam os rumores, dando margem para especulação financeira. No centro das preocupações estão as medidas de reestruturação da economia argentina, tidas como insuficientes pelos investidores e a renegociação em curso das dívidas de curto prazo do país com bancos estrangeiros. Apesar das negativas do ministro da Economia, Domingo Cavallo, acredita-se que o acordo, que deve incluir algum tipo de desconto e alívio nos pagamentos nos próximos três anos, seja anunciado muito brevemente, talvez até hoje. Inicialmente, a previsão do governo era de apresentar resultados apenas em duas ou três semanas. Com isso, as cotações ontem apresentaram pequena recuperação, mas ainda mantém-se em patamares muito elevados, refletindo a delicada situação econômica da Argentina e a importância das atuais medidas. O risco ainda é muito grande e os mercados reagem imediatamente a cada novo detalhe.Acareação não surpreendeu, mas Senado ainda preocupaNo Brasil, a acareação dos Senadores Antônio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda e da diretora do Prodasen, Regina Borges, não trouxe grandes surpresas. O que interessava ao mercado é que não surgissem novos fatos envolvendo o Executivo federal. Ou seja, para os investidores, tudo correu bem, mas ainda resta porém acompanhar a evolução dos acontecimentos. Isso inclui a autorização que o Presidente do Senado, Senador Jader Barbalho, deu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ser investigado sobre as denúncias que pairam sobre ele ou que venham a surgir no futuro. Além disso, a oposição alega já ter o número mínimo de assinaturas no Congresso para solicitar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as denúncias de corrupção no Executivo federal. Todos esses focos de instabilidade internos continuam preocupando os mercados, embora a Argentina continue no centro das atenções.Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

Agencia Estado,

04 de maio de 2001 | 08h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.