Argentina construirá gasoduto de US$ 1 bilhão

O governo de Néstor Kirchner anunciou o maior investimento em infra-estrutura de transporte de gás no país nas últimas duas décadas: o gasoduto Loma la Lata, conhecido como Neuba II, que unirá o Noroeste e o Nordeste da Argentina, com possibilidades de chegar até o Brasil. A obra será construída em parceria com o grupo Techint, que investirá US$ 750 milhões, enquanto o governo aportará outros US$ 250 milhões. O gasoduto deverá ficar pronto em 2006, segundo estimativas do ministro de Planejamento, Julio de Vido, e terá 1.500 quilômetros de extensão, partindo da Bolívia até a província de Santa Fé. O gasoduto permitirá transportar gás natural proveniente da Bolívia e de outros pontos de Salta para abastecer as províncias do Nordeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.