Argentina declara guerra ao tomate

Os consumidores argentinos declararam guerra ao tomate, por causa do preço. Em setembro, o reajuste chegou a 50%, conforme dados do Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec). O quilo já está custando 16 pesos (R$ 9,23). O Bar Tradicional, localizado perto do Ministério de Economia, aboliu o produto do cardápio. As associações de defesa do consumidor e 600 supermercados propuseram boicote ao produto até sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.