Argentina define compensação para produtor de trigo

O governo argentino oficializou nesta segunda-feira, 12, medida para compensar os produtores de trigo. Os produtores que vendem trigo no mercado interno, seja de forma direta através de moinhos ou por intermédio das cooperativas ou armazenadores, serão subsidiados. Medida similar também já foi adotada pelos produtores de milho. Os subsídios serão financiados com o aumento das denominadas "retenções", os impostos cobrados pelas exportações, neste caso, da soja.A publicação da medida é o cumprimento de uma das promessas feitas pelo chefe de Gabinete da Presidência, Alberto Fernández, aos representantes do agronegócio. A resolução 11/07 da Secretaria de Agricultura publicada pelo Boletim Oficial, dispõe pagar aos produtores, 85% da diferença entre o preço oficial de abastecimento doméstico (370 pesos a tonelada, mais ou menos US$ 119,35) e o valor internacional do produto ou "FAS teórico" que Agricultura publica periodicamente.A medida foi adotada como um gesto "amigável" de parte do governo para as entidades ruralistas, mas chegou ao mesmo tempo em que foram suspensas as exportações de trigo, o que gerou muito mal estar no campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.