Argentina deve adotar câmbio flutuante em março

A equipe econômica argentina planeja adotar o dólar flutuante a partir de março próximo. Esta foi a informação que o ministro de Economia, Jorge Remes Lenicov, deu ao presidente do Banco Central brasileiro, Armínio Fraga, durante reunião ontem. Lenicov explicou que este é o prazo calculado para assinar um novo acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e que, no período, o governo contará com a entrada de divisas da liquidação da colheita, segundo o jornal argentino Ámbito Financiero.O Banco Central da República Argentina (BCRA) teve que fazer, ontem, sua primeira intervenção no mercado de câmbio porque o dólar livre chegou a ser negociado a 2,05 pesos. Fontes do BC confirmaram que a entidade injetou US$ 8,8 milhões no mercado a $ 1,70 peso, o que provocou uma queda na cotação da moeda americana, que fechou em 1,95 para venda e 1,75 peso para compra. A disparada do dólar foi provocada por um boato de que alguns bancos estrangeiros se juntaram para comprar dólares.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.