Argentina deverá compensar sistema financeiro

O ministro da Economia da Argentina, Remes Lenicov, informou que o sistema financeiro será compensado pelas perdas provocadas pela desvalorização do peso e disse que conversará com todos os setores que pediram exceção à nova lei econômica que rege o país. Uma das formas de compensação será feita com a arrecadação de um imposto sobre exportação de derivados de petróleo. Lenicov garantiu à população argentina que as tarifas públicas serão desdolarizadas. Lenicov destacou que começará a renegociar com as empresas algumas formas de executar essa desindexação.O ministro argentino reiterou que governos e empresas estrangeiros, com destaque para a Espanha, pressionaram o governo argentino contra a desvalorização, por julgarem que as perdas seriam muito grandes. A essa pressão, o governo argentino respondeu, segundo Lenicov, dizendo que este é um momento em que todos têm de fazer esforços. Em entrevista coletiva, Lenicov pediu a colaboração dos países mais ricos e mais fortes para que adotem critérios mais solidários em relação à situação vivida pela Argentina neste momento.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.