Argentina diz que vai garantir segurança em protesto

O porta-voz da presidência, Eduardo Amadeo, afirmou que haverá uma forte operação policial para garantir a segurança dos manifestantes e que o panelaço previsto para esta noite é uma forma "aceitável de protesto". No entanto, Amadeo ressaltou a preocupação de que não haja excessos durante a manifestação e que não se transforme numa sexta-feira negra. Apesar do clima de tensão em Buenos Aires hoje, o dólar livre abriu os negócios mostrando estabilidade esta manhã, cotado a 1,85 peso.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.