Argentina e credores internacionais negociam em março

O ministro de Economia da Argentina, Jorge Remes Lenicov, anunciou que, em março, começará a negociação da dívida externa do país com os credores internacionais. Segundo ele, isso ocorrerá logo após a assinatura do acordo com o Fundo Monetário Internacional."Em março, entraremos em contato com credores internacionais para abrir uma negociação da dívida", informou Lenicov. Ele disse ainda que, no orçamento deste ano, está previsto o pagamento das dívidas que a Argentina mantém com os organismos internacionais como BID, Bird e FMI, além dos juros da fase 1 da reestruturação da dívida (renegociação da dívida interna).De acordo com o ministro, é importante manter as contas em dia com esses organismos, que já manifestaram o compromisso de ajudar a Argentina neste momento, mas colocaram como precondição o acordo com o FMI.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.