Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Argentina e Venezuela estréiam bônus conjunto amanhã

Venezuela e Argentina darão início à venda de seu bônus conjunto, o chamado Bônus do Sul III, amanhã às 9h30 (de Brasília), segundo informou o ministro das Finanças venezuelano, Rodrigo Cabezas. A emissão poderá atingir US$ 1,5 bilhão, segundo comunicado de venda do bônus, feito momentos antes de uma coletiva de imprensa com Cabezas."Eu estou anunciando oficialmente a venda do Bônus do Sul III", disse Cabezas. A terceira emissão do Bônus do Sul será formada por três títulos diferentes de dívida, o argentino Boden 2015 e os venezuelanos TICC 2017 e 2019. Os bônus TICCs venezuelanos já são negociados abertamente no mercado. O TICC 2017 paga um cupom de 6,25% e o TICC 2019 paga um cupom de 5,25%. Já o argentino Boden 2015 paga 7%. O Bônus do Sul III incluirá US$ 500 milhões de cada título.Cabezas deixou claro que compradores de pequena escala terão prioridade na aquisição dos bônus. A oferta mínima de cada comprador será de US$ 3 mil. Luis Davila, chefe do escritório de crédito público venezuelano, disse que o total da emissão dependerá da demanda dos investidores, sugerindo que a oferta poderá ultrapassar os US$ 1,5 bilhão. As informações são da Dow Jones.

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

13 de agosto de 2007 | 14h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.