Argentina encerra euforia dos mercados

Os mercados estiveram eufóricos na semana passada, mas o otimismo foi contido pelas medidas econômicas do governo argentino. Já se comentava que a queda do dólar e dos juros poderia ser exagerada, e as incertezas no país vizinho apenas reforçaram a tendência.A boa notícia é que os primeiros índices de inflação divulgados no ano confirmam as previsões de queda da inflação. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) de dezembro ficou em 0,25%, abaixo dos 0,61% de novembro. E o Índice de Custo de Vida (ICV) de dezembro do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese) apontou deflação de 0,16%. Também agradou a emissão de US$ 1,25 bilhão realizada hoje pelo governo brasileiro, pouco acima das expectativas do mercado. Para o ano, a previsão é de que sejam lançados títulos no valor de US$ 5 bilhões em 2002.Na Argentina, as medidas econômicas foram divulgadas, mas só entram em vigor completamente quando for suspenso o feriado bancário e cambial que já dura várias semanas. Analistas em Nova York e representantes de organismos internacionais ouvidos pela Agência Estado condenaram a adoção de dois tipos de câmbio, preferindo a livre flutuação do dólar. Parece haver apoio popular ao pacote, mas ainda é cedo para decretar a paz nas ruas.De qualquer modo, mesmo que passar pelo crivo dos cidadãos, o novo regime econômico enfrentará o desafio dos mercados na quarta-feira. Como a situação financeira do país é drástica, não há muita margem para evitar especulação financeira, e a reação dos investidores é imprevisível, dado o caos das últimas semanas. Assim, no Brasil, o clima é de expectativa até que se conheça o destino dessa tentativa de estabilização do país.Fechamento dos mercadosO dólar comercial para venda fechou em R$ 2,3300, com alta de 0,13%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 19,115% ao ano, frente a 19,480% ao ano sexta-feira. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,33%.A Bolsa de Valores de Buenos Aires está fechada e só reabre na quarta-feira. Às 18h30, nos Estados Unidos, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - apresentava queda de 0,53%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - estava em queda de 0,86%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.