finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Argentina fará uma única oferta para reestruturação da dívida

O presidente da Argentina, Nestor Kirchner, disse que seu país fará apenas uma única oferta para reestruturação da dívida soberana em moratória. "Eu asseguro a vocês que esta é a única oferta que faremos", disse Kirchner a uma audiência no Sheraton Manhattan Hotel. "Aqueles que pensam e dizem ao mercado que essa não será a oferta definitiva, que haverá outra ou algumas outras, aqueles que dizem isso estão errados", acrescentou.Kirchner disse que não poderá dar detalhes da oferta, uma vez que a Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM norte-americana) está revisando aspectos da proposta da Argentina. Durante a revisão da SEC, o governo está limitado em suas declarações, disse o presidente. A moratória da Argentina data de dezembro de 2001, quando o país suspendeu os pagamentos do serviço de cerca de US$ 100 bilhões em dívida soberana. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.