Argentina lidera ranking de calote de empresas privadas

A Argentina lidera o ranking de default (calote) privado na América Latina com 24 casos sobre um total de 37, segundo um relatório da classificadora de risco Fitch. No último ano foram produzidos na região um total de US$ 12,1 bilhões em default de empresas, dos quais 61% correspondem à Argentina. Entre as empresas argentinas que deixaram de pagar sua dívida durante o ano de 2002, encontram-se: Telecom, Aguas Argentinas, Metrogas, TGS e TNG. A Argentina lidera também o ranking de default privado de 1990 até o primeiro trimestre de 2003. A Fitch destacou que apenas oito dos 38 casos de default de empresas argentinas se concretizaram durante os anos 90 e que os restantes corresponderam ao período entre meados de 2001 e primeiro trimestre de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.