Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Argentina manda Esso manter venda de combustível

Um tribunal comercial argentino ordenou hoje que a unidade local da Esso, pertencente à americana ExxonMobil, abasteça os postos de combustíveis que operam no país sob a bandeira Esso, segundo informações confirmadas pelo porta-voz da própria companhia. "Não concordamos com a decisão, mas a respeitaremos", disse o porta-voz Tomas Hess.A decisão judicial saiu em meio ao noticiário da imprensa sobre a falta de combustível nos postos. Em resposta ao desabastecimento, os controladores de preço do governo têm aumentado a pressão sobre as principais refinarias e distribuidoras do país - as unidades locais da ExxonMobil, da Petrobras, da anglo-holandesa Royal Dutch Shell e da espanhola Repsol YPF.Os observadores do setor culpam os controles de preço do governo pela falta de combustível. As refinarias domésticas estão operando na capacidade máxima, e os controles de preço - que fazem os combustíveis argentinos custarem a metade do que no Brasil - tornam a importação uma alternativa não atraente.A decisão contra a ExxonMobil também saiu em um momento em que a companhia planeja vender os ativos de distribuição e refino no Brasil, na Argentina, no Chile, no Uruguai e no Paraguai. O porta-voz da empresa, porém, não comentou a eventual venda desses ativos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.