Argentina mantém barreiras contra o Brasil

FOGO AMIGO

, O Estadao de S.Paulo

11 de setembro de 2009 | 00h00

A Argentina não pretende atender ao apelo do Brasil de eliminação das barreiras ao comércio bilateral impostas em outubro de 2008. Na reunião de negociação do tema, ontem, em Buenos Aires, o subsecretário do Ministério de Produção argentino, Eduardo Bianchi, defendeu a manutenção das medidas de "preservação da indústria nacional e dos empregos". O secretário executivo do Ministério de Desenvolvimento, Ivan Ramalho, argumentou que as barreiras favorecem os produtos chineses e prejudicam os brasileiros. Bianchi diz que as barreiras atingem só 6% das exportações do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.