Argentina não fará nova proposta aos credores

O presidente da Argentina, Nestor Kirchner, garantiu hoje que não pretende fazer uma nova proposta aos credores. "A Argentina é um país sério, não muda de posição todos os dias", disse ao chegar para uma palestra no Council of the Americas, em Nova York.Segundo ele, a proposta a ser apresentada em junho aos detentores dos títulos da dívida "está dentro do marco e da filosofia de Dubai" (onde foi feita a reunião do FMI no ano passado, quando a Argentina ofereceu um pagamento da dívida com desconto de 75% do valor de face), disse Kirchner.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.