Argentina negocia livre comércio com México

A Argentina está negociando um tratado de livre comércio diretamente com o México, convertendo-se no segundo país do Mercosul que busca esta associação. Antes, foi o Uruguai, enquanto que o Brasil mantém somente acordos de preferências tarifárias em alguns setores. As negociações estão sendo conduzidas pelo secretário de Relações Econômicas Internacionais da chancelaria argentina, o economista Martín Redrado, e estão sendo interpretadas pelo jornal Ámbito Financiero como um passo pelo qual "a Argentina começa a prevenir-se de Lula". O jornal tem feito inúmeras matérias comentando o "teor protecionista da política industrial que pretende adotar o candidato de esquerda". O Ámbito diz que "diante do provável triunfo de Lula no Brasil, a Argentina começou a dar passos concretos para integrar-se ao Nafta. Por isso, acelerou as negociações com o México que é um passo prévio para depois somar-se ao Canadá e Estados Unidos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.