Argentina poderá facilitar importação

O ministro da Produção da Argentina, José Ignácio de Mendiguren, disse nesta tarde que seu país poderá baixar tarifas de importação de produtos cujo abastecimento esteja insuficiente. Segundo ele, essa medida será adotada, se necessário, para manter a inflação sob controle no país. A redução das tarifas de importação não deverá encontrar resistência por parte do governo brasileiro. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, disse que o Brasil estará disposto a discutir esse assunto e avaliar caso a caso. Os dois ministros reuniram-se há pouco no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, para tratar de temas de médio prazo sobre o setor produtivo no Mercosul. Eles reforçaram a disposição de eliminar barreiras ao comércio entre os dois países e de integrar os setores produtivos brasileiro e argentino na busca por terceiros mercados. No encontro, porém, não foram tratados temas pontuais de curto prazo, como o regime automotivo e a retomada do Convênio de Crédito Recíproco (CCR). Os dois ministros e um grupo de empresários argentinos estão neste momento almoçando na residência do embaixador da Argentina no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.