Argentina propõe trocar dívida por investimento em educação

A Argentina propôs que a Unesco, entidade da ONU que cuida da educação, lidere um programa que permita aos países em desenvolvimento trocar parte dos custos da dívida externa por investimentos em educação. A proposta foi feita em discurso na conferência anual da ONU sobre educação, em Paris, pelo ministro de Educação da Argentina, Daniel Filmus. A Argentina está atualmente negociando a reestruturação de parte da dívida de US$ 94,3 bilhões.O presidente Néstor Kirchner respaldou o discurso de Filmus e disse que a proposta romperia o "círculo vicioso de pobreza e estagnação econômica que provoca grandes movimentos migratórios". Para Kirchner, "prosperidade e seguridade são conceitos inseparáveis e não há seguridade possível em uma ordem internacional cada vez mais injusta".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.