Argentina prorroga restrição

A Argentina prorrogou a medida que determina uma cota para a importação de televisores fabricados na Zona Franca de Manaus. De acordo com a Resolução Número 18, publicada na segunda-feira, o limite de compra será de 175 mil unidades. A medida vale por nove meses e há a expectativa de que seja a última prorrogação. Em 2004, o então presidente Nestor Kirchner determinou a aplicação de tarifas alfandegárias de 21% para televisores brasileiros. Em a restrição foi transformada na cota de importação. Até setembro, só poderá ser importado o equivalente a 10% do mercado argentino - 175.244 unidades. Segundo o secretário de Comércio Exterior do Brasil, Welber Barral, a medida será analisada na próxima reunião da Comissão de Monitoramente do Comércio Brasil-Argentina, em fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.