Argentina reajusta energia pela primeira vez desde 2001

O governo argentino anunciou que irá elevar a tarifa da energia elétrica residencial e industrial. O aumento será retroativo a 1º de julho de 2008, disse o ministro do Planejamento, Julio De Vido. Os consumidores residenciais irão pagar até 30% mais, dependendo de quanto consomem; a indústria terá um aumento de, em média, 10%. "É o primeiro ajuste desde 2001", afirmou De Vido. As tarifas do gás não serão reajustadas, segundo ele.A maior parte dos consumidores residenciais (cerca de 76%) não será atingida pelo aumento porque não gasta energia suficiente para ser afetada de modo relevante pela mudança, afirmou o ministro. Os aumentos da tarifa residencial serão baseados nos níveis de consumo, de forma que os que consomem mais terão aumento maior da tarifa. As informações são da Dow Jones.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

30 de julho de 2008 | 13h40

Mais conteúdo sobre:
energiaArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.