Argentina supera meta de superávit

Nos 10 primeiros meses deste ano, o governo argentino conseguiu superar a meta de superávit primário fixada junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para 2003. De janeiro a outubro, o excedente das contas públicas chegou a 7,951 bilhões de pesos, ou seja, 161 milhões acima da meta de 7,790 bilhões acertados com o FMI.Com estes números, a missão do organismo, que se encontra no país desde a última quarta-feira, não teve nenhum problema para aprovar as contas fiscais da Argentina. Porém, de acordo com fontes do Ministério de Economia, o chefe da missão, John Thornton, manifestou preocupação pela demora na aprovação do orçamento de 2004, bem como pelo aumento do gasto que o Congresso poderia incluir no projeto enviado pelo Executivo.A missão do FMI deverá retornar a Washington na próxima quinta-feira com a aprovação da primeira revisão do atual acordo stand by, assinado em setembro último, o que abre caminho para a continuidade dos refinanciamentos da dívida que o país mantém com o organismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.