Argentina terá hoje mais um dia de protestos

A sexta-feira promete ser mais um dia de protestos na Argentina. Uma grande manifestação com passeata e concentração em frente ao Banco Central está sendo convocada para hoje. Associações de moradores, comerciantes, advogados, organizações de direitos humanos, desempregados, endividados. Todos os setores da sociedade argentina planejam protestos aos quais se somam os panelaços iniciados pela classe média contra o "corralito".Os protestos pedem a renúncia da Corte Suprema, a investigação sobre os responsáveis pela fuga de capitais, em especial os bancos estrangeiros, a pesificação de todas as dívidas, além de outras medidas. Em Buenos Aires, os protestos têm sido pacíficos mas, no interior do país, há violência e destruição de agências bancárias.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.