Argentina terá que promover reformas, avisam EUA

O porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, disse que a Argentina precisa promover reformas econômicas antes de recorrer ao FMI em busca de novos recursos. "É importante que a Argentina dê os passos necessários em termos de reformas econômicas e ações internas que criem um ambiente propício ao crescimento econômico sustentável. O presidente Bush deixou claro que vai ajudar", disse."O governo dos EUA quer ajudar através do FMI. Mas primeiro, é importante que a Argentina tome das medidas necessárias para alcançar um crescimento sustentável", declarou o porta-voz da Casa Branca.O presidente George Bush fará ainda hoje um discurso na sede da Organização dos Estados Americanos (OEA), no qual abordará a crise argentina. Referindo-se à América Latina em geral, Fleischer disse que "o presidente vai falar sobre a importância da prosperidade e da democracia no Hemisfério Ocidental".Segundo ele, Bush vai abordar a importância de preservar a liberdade política e a democracia na região, de fortalecer a segurança na região e de avançar o desenvolvimento econômico através de reformas econômicas e do comércio livre.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.