Argentina tranquiliza Brasil em relação à Petrobras

Durante encontro nesta sexta-feira com a presidente Dilma Rousseff, o ministro do Planejamento e Investimentos Públicos da Argentina, Julio De Vido, tranquilizou o governo brasileiro em relação às explorações da Petrobras naquele país. O Brasil, por outro lado, informou que a Petrobras vai continuar com os investimentos na Argentina.

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

20 de abril de 2012 | 19h52

A informação é da secretaria de Imprensa da Presidência da República, que contou ainda que a reunião foi curta e estavam presentes, além de Dilma e De Vido, o ministro de Minas e Energia brasileiro, Edison Lobão, e o embaixador da Argentina no Brasil, Juan Pablo Lohlé.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrasArgentinaexploração

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.