Coluna

Fabrizio Gueratto: como o investidor pode recuperar suas perdas no IRB Brasil

Argentina vai repassar imposto da soja para províncias

A presidente Cristina Kirchner disse na quinta-feira que as províncias argentinas irão receber parte da arrecadação resultante dos impostos sobre a exportação de soja, motivo de conflito há mais de um ano entre produtores rurais e o governo.

HILARY BURKE, REUTERS

19 de março de 2009 | 22h05

De acordo com ela, 30 por cento da arrecadação irá diretamente para as províncias, uma quantia que pode chegar a 1,78 bilhão de dólares por ano.

Antes, parlamentares governistas se recusaram a debater uma proposta da oposição que reduziria o imposto, o que pode despertar mais protestos ruralistas.

"Não é uma quantia pequena, é um muito dinheiro. Significa também que nosso superávit fiscal será reduzido, mas achamos que é necessário", disse Cristina em discurso transmitido pela TV.

A Sociedade Rural Argentina estima que a safra de grãos deste ano gerará cerca de 5,6 bilhões de dólares em impostos, a maior parte oriunda da soja e derivados.

Os líderes ruralistas têm negociado com o governo, mas a presidente descarta uma redução do imposto sobre a exportação de soja, uma das principais reivindicações dos produtores.

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSARGENTINASOJA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.