Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Argentina vai retomar negociação com o FMI

O governo argentino apresentará em janeiro uma proposta ao Fundo Monetário Internacional (FMI) com o objetivo de retomar as negociações sobre um novo acordo econômico, informou neste domingo o jornal Clarín. Segundo a reportagem, a ministra da Economia, Felisa Miceli, já comunicou ao diretor-gerente do FMI, Rodrigo Rato, que enviará a proposta em 15 de janeiro.Segundo as fontes do Ministério consultadas pelo jornal, a ministra "só aceitará discutir a instrumentação e não os objetivos" do plano. "As negociações mesclam as demandas do Fundo e os objetivos nossos", dizem os porta-vozes que negociam com o Fundo.A Argentina busca um novo programa de refinanciamento da dívida, depois que o último acordo assinado foi suspenso em setembro de 2004, à espera do processo da troca de dívida, que foiconcluído somente em junho e obteve 76,07% de adesão.O FMI reivindica à Argentina uma solução para os quase 24% de credores que não aderiram àreestruturação da dívida. O Fundo pede também que a Argentina conclua a renegociação dos contratos com as empresas privatizadas. A ministra de Economia viaja nesta segunda-feira para a Espanha com o objetivo de avançar nas negociações de novas condições sobre os contratos de concessão, que incluem planos de investimento e aumentos das tarifas, congeladas desde 2002.

Agencia Estado,

11 de dezembro de 2005 | 15h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.