Argentina vai tentar obter US$ 15 bi de empréstimo

A Argentina vai tentar obter acesso a US$ 15 bilhões em fundos do FMI e outras fontes de financiamento multilaterais depois que apresentar seu orçamento 2002 para o Congresso, disse o vice-ministro de Economia, Jorge Todesca."Queremos reabrir as linhas de crédito quando tivermos um programa econômico viável", afirmou. No final do ano passado, a Argentina perdeu acesso ao pacote de ajuda de US$ 22 bilhões do FMI depois que o governo falhou em cumprir as metas acertadas no acordo. Todesca disse que o governo do presidente argentino, Eduardo Duhalde, e o FMI vêm fazendo uma "intensa troca" de informações desde que tomou posse no dia 1º dejaneiro.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.