Arrecadação da RF ficou dentro do esperado, diz Barreto

O secretário da Receita Federal do Brasil, Carlos Alberto Freitas Barreto, afirmou nesta segunda-feira, 26, ao Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, que os resultados de arrecadação de abril estão dentro das estimativas que a Receita vinha fazendo para o decorrer do ano. "Esperamos até o fim do ano atingir os cenários que tínhamos previsto nas primeiras divulgações da arrecadação", afirmou. Segundo Barreto, a expectativa de crescimento de 3% a 3,5% na arrecadação em 2014 está mantida.

CARLA ARAÚJO, Agencia Estado

26 de maio de 2014 | 11h52

Barreto comentou ainda a estimativa de arrecadação extraordinária este ano de R$ 28,438 bilhões. Segundo o Fisco, R$ 4,1 bilhões já foram arrecadados de janeiro a abril de 2014. Para o período de maio a dezembro são esperados outros R$ 24,338 bilhões. A maior parte desse valor, R$ 12,5 bilhões, deve entrar a partir de agosto com a reabertura do parcelamento de débitos, batizado de Refis da Crise. Embora já tenha incluído o Refis na projeção de arrecadação atípica, o governo ainda depende da aprovação do Senado. A medida foi aprovada apenas pela Câmara dos Deputados. De acordo com Barreto, com a revisão da proposta legislativa há um pedágio inicial a ser pago que deve reforçar o resultado anual da arrecadação. "Temos uma boa expectativa."

Em relação ao resultado de maio, o secretário disse que a medida legislativa ainda não vai ter efeito, pois será incorporada mais para frente, mas continua com estimativas positivas para o fechamento de arrecadação neste mês. "Para maio, a gente ainda continua tratando com os indicadores macroeconômicos já previstos e deve se comportar dentro dessa previsão que a Receita vem colocando para o ano; anualizado a gente tem expectativa que o resultado seja alcançado", reforçou. Barreto participa nesta segunda-feira, 26, de evento promovido pela Aliança Pró-Modernização Logística de Comércio Exterior - Procomex.

Tudo o que sabemos sobre:
RFarrecadaçãoabrilCarlos Barreto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.