Arrecadação de impostos bate recorde em novembro

A arrecadação de impostos e contribuições federais em novembro, de R$ 52,414 bilhões, é recorde para meses de novembro. Segundo dados divulgados hoje pela Receita Federal, a arrecadação de novembro foi influenciada pela abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) que resultou em uma arrecadação adicional de cerca de R$ 2 bilhões.O aumento em relação a novembro de 2006 também é explicado pela elevação de 232,08% no Imposto de Renda da Pessoa Física e de 67,78% no Imposto de Renda da Pessoa Jurídica. A expansão na arrecadação da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) em novembro foi de 42,82% em relação ao mesmo período do ano passado.O recolhimento de Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) subiu 18,74% e o Imposto de Renda retiro na fonte sobre rendimentos de capital foi de 15,03%. A arrecadação do Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros (IOF) aumentou 14,24% e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), 13,86%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.