Arrecadação de impostos em julho atinge R$ 31,649 bi e é recorde

A arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela Receita Federal atingiu em julho o valor de R$ 31,649 bilhões, um crescimento real de 5,48% em relação a julho de 2004. A arrecadação de julho é recorde para o mês, segundo a Receita Federal.No acumulado de janeiro a julho, a arrecadação foi de R$ 207,375 bilhões, um crescimento real de 6,09% ante o mesmo período do ano passado. As receitas administradas pela Receita Federal somaram em julho R$ 109,127 bilhões e, no acumulado do ano até julho, foram de R$ 196,464 bilhões.Motivos para crescimentoO crescimento da arrecadação da Receita no mês de julho foi resultado do aumento no recolhimento do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (4,27%) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (12,66%), principalmente nos setores de telecomunicações, de extração de minerais metálicos, intermediação financeira e eletricidade. A comparação é com julho de 2004.Também subiu a arrecadação do Imposto de Renda Retido na Fonte de remessas ao exterior (40,89%). Segundo a Receita Federal, no mês de julho houve uma arrecadação atípica relativa a remessas para o exterior de rendimentos e juros sobre capital próprio, no valor de R$ 250 milhões.Contribuiu ainda para o resultado de julho o aumento no recolhimento da Cofins e PIS-Pasep. Por outro lado, apresentaram queda na arrecadação, em julho, os impostos de importação (-17,02%) de produtos industrializados (IPI) (-14,07%) e de Imposto de Renda Retido na Fonte sobre rendimentos de capital (-15,18%). ARRECADAÇÃO DAS RECEITAS FEDERAIS(valores em bilhões de reais, atualizados pelo IPCA)2004 Julho29,934Agosto27,374Setembro28,483Outubro30,705Novembro26,792Dezembro33,6572005 Janeiro32,816Fevereiro25,619Março28,371Abril32,107Maio27,094Junho31,582Julho31,649

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.