Arrecadação do FGTS pode fechar o ano com R$ 11 bi

O aumento do número de trabalhadores com carteira assinada no País fez com que a arrecadação líquida do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) registrasse no primeiro semestre deste ano recorde histórico para o período. A diferença entre a arrecadação bruta e dos saques realizados foi de R$ 5,862 bilhões , o que representa um aumento de cerca de 160% em relação ao mesmo período do ano passado. Com esse resultado, a expectativa é que a arrecadação líquida do FGTS encerre o ano com um novo recorde de R$ 11 bilhões. Com a maior formalização no mercado de trabalho, 32,470 milhões de pessoas tiveram depósitos em suas contas no mês passado com a contribuição de 2,8 milhões de empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.