Arrecadação extra pagará diferença aos aposentados

O ministro do Planejamento, Guido Mantega, informou hoje que o governo utilizará recursos do excesso de arrecadação para pagar a correção dos benefícios dos aposentados do INSS desde 1994. "Neste momento vamos cobrir essa diferença com recursos de excesso de arrecadação até encontrarmos outra solução para o esqueleto gerado no governo anterior", disse.Segundo o ministro, até o final do ano serão necessários entre R$ 500 milhões e R$ 600 milhões para conceder os reajustes. Mantega, que recebeu a Medalha do Pacificador, no QG do Exército, reiterou que o governo pretende manter todos os investimentos previstos e que está preocupado em reduzir a carga tributária.O ministro do Planejamento admitiu que o governo decidiu recuar da decisão de aumentar a alíquota da contribuição da previdência, diante das pressões de empresários e de parlamentares. "Sentimos a reação do presidente da Câmara, levamos em consideração as possibilidades de aprovação e chegamos a conclusão de que valia a pena retirar a medida", disse. "É uma flexibilização do governo. É importante ter um governo flexível".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.