Arrecadação federal cresce 11% em 2007 e bate recorde

A arrecadação de impostos econtribuições do governo federal cresceu 11,1 por cento emtermos reais em 2007 e alcançou o valor recorde de 615,043bilhões de reais. Os dados foram divulgados pela Receita Federal do Brasilnesta quinta-feira. Em nota, o Fisco procurou destacar que ocrescimento das receitas refletiu principalmente a força daatividade econômica, e não um aumento de alíquotas. "O desempenho da arrecadação decorreu fundamentalmente defatores ligados ao crescimento econômico e à maior presençafiscal por parte da Administração Tributária", afirmou aReceita, destacando o combate à sonegação e à inadimplência. No ano passado, o recolhimento do Imposto de Renda cresceu13,2 por cento frente a 2006, para 163,4 bilhões de reais, emvalores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao ConsumidorAmplo. As receitas da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido(CSLL) subiram 18,7 por cento no mesmo período, para 35,143bilhões de reais. Considerando apenas a CSLL cobrada dosbancos, o crescimento foi de 59,6 por cento. A Receita informou, ainda, que a arrecadação somou 65,632bilhões de reais em dezembro, 11,6 por cento superior aos58,818 bilhões de reais recolhidos no mesmo período de 2006. Em todo o ano de 2006, a arrecadação foi de 553,668 bilhõesde reais. (Por Isabel Versiani)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.